Granulomatosa Crônica

O que é a Granulomatosa Crônica

A Doença Granulomatosa Crônica faz parte das Imunodeficiências Primárias e surge na grande maioria dos casos na infância. Ela consiste na incapacidade do organismo em combater infecções causadas por certos fungos e bactérias.

Ocorre a formação de grânulos nos locais atingidos por tais infecções, que passam a ter dificuldade para funcionar.

Causa

Trata-se de um defeito hereditário no funcionamento dos glóbulos brancos, que são os responsáveis por combater os invasores do organismo. Nos pacientes da Doença Granulomatosa Crônica, os glóbulos brancos não produzem peróxido de hidrogênio e outras substâncias que destroem bactérias e fungos.

 

Sinais e Sintomas

Infecções recorrentes na pele, pulmões, boca, nariz e intestino. Formação de abcessos nos ossos, no cérebro e em volta do ânus.

 

Tratamento

Os antibióticos são ministrados para ajudar no controle das infecções, assim como injeções de interferon-gama. O transplante de medula óssea pode ser utilizado.

 

Que especialista procurar

Geneticista, imunologista, pediatra.

Fonte: Livro Doenças Raras de A a Z- Instituto Vidas Raras/ Federação das Doenças Raras de Portugal (Fedra)

© Copyright 2017 Muitos Somos Raros